PASSARAM POR AQUI

domingo, 28 de agosto de 2011

Moisés, o servo de Deus conforme Números 12


          Assim como nos dias de Moisés, hoje a sedição do povo ainda está constante contra os verdadeiros servos de Deus. No contexto de Nm  12 aparece o relato de uma murmuração contra Moisés de seus próprios irmãos carnais, ou seja de sangue. Miriã e Arão falaram contra Moises por causa da mulher cusita. “Cusita”, refere-se ao povo da Etiópia, país da África, de pele negra como o azeviche. Não podemos afirmar que havia, implícita na revolta de Miriã e Arão contra Moisés, qualquer preconceito racial ou étnico. Talvez estivessem querendo ser mais santos do que Moisés, o que demonstra o contexto.
       HUMILDADE DO SERVO DE DEUS: Mas a revolta e o assunto que disseram: “Porventura falou o Senhor somente por Moisés? Não falou tambem por nós?” (V.2). Foi neste momento que a Bíblia declara que Moisés é o varão mais manso  entre os homens que havia sobre a terra.
SUA COMUNHÃO EXTRAORDINÁRIA COM DEUS:  Logo após seus irmãos falarem contra Moisés, Deus ouviu, Ele desceu para pelejar pelo Servo de Deus.
SEU RELACIONAMENTO ÍNTIMO COM DEUS: O único momento bíblico que Deus falaou boca a boca e  Moises não viu figuras mas por semelhaça. Foi nesta hora que Deus testemunhava de Moises, o próprio Deus pergunta a Miriã e Arão por que não tiveram temor, sendo assim, a falta de reverência causou uma severa punição. Devemos ter cuidado para não sai fora dos desejos de Deus, pois isso pode nos causar problemas seríssimos, na vida financeira, e na saúde de cada individuo que não respeita o servo de Deus.
SUA BOA FAMA: era fiel em todo seu ministerio (V.7). Deus ao testemunhor da fidelidade de Moises, expressou a sinceridade do Servo de Deus. Muitas vezes a fidelidade da liderança tem separado os servos da comunhão intima com Deus, causando prejuisos a congregação dos justos.
SEUS PROBLEMAS: A difamação e a inveja pelos sues próprios irmãos (V.2)  deixou Moisés com uma problema a ser resolvido, mas antes que ele pensasse na solução, Deus apareceu como solução para Moisés. Essa é a diferença de ter Deus no comando das coisas, o controle é de Deus e não de uns intrometidos que queira ensinar Deus a dirigir seu povo.
SEU AMOR FRATERNAL: Moisés depois de ser difamado, e seus irmãos o invejaram dele, ele ainda teve amor fraternal para orar pelos seus difamadores (V.13). Moisés rogou a Deus para que curasse da lebra que estava na vida de Miriã, sendo assim a lebra simboliza o pecado, que Deus possa limpar cada individuo que venha pecar contra os ungidos de Deus.
DEUS ATENDEU AS SUAS SÚPLICAS: No versículo de numero 14 do capítulo 12. O Senhor disciplica Miriã por sete dias fora do arraial, após esse período ela está curada. Muitas vezes as pessoas não querem aceitar a disciplina de Deus, mas ela cura, restaura, e muda a situação do pecador. Não importa o pecado que você cometeu, Deus tem interesse de perdoar os seus pecados, mas é necessario passar pela purificação do Sangue de Jesus.
Mesmo que a disciplina atrasou a caravana de prosseguir, todos tiveram esperar os sete dias, por causa do pecado de Miriã, assim muitos estão atrazando a obra de Deus por que estão sendo um entrave no caminho do povo de Deus, causando prejuizos, mas quando ela se arrependeu, chegou a cura.
Hoje você pode ser curado tambem, tanto no espiritual como na vida física, mas não tem como ser restaurado a não ser por Jesus.
Aceitar a Jesus, é crer no seu sacrificio para salvação da humanidade. E sendo assim receberás o perdão de seus pecados e terás direito a vida eterna com Deus. (Pr. Edmarcos Christen – Joinville – SC)