PASSARAM POR AQUI

terça-feira, 22 de setembro de 2015

O Espírito Santo e Sua Pessoalidade



Nesta terça-feira dia 22 de setembro estaremos dando inicio de mais um Estudo Bíblico com o Tema: As Doutrinas da nossa Fé.



Cada culto de Edificação Cristã teremos os seguintes subtemas:














































  1. Quem é o Espírito Santo?
  2. Nomes e Símbolos do Espírito Santo
  3. O que é o Batismo com o Espírito Santo
  4. Espírito Santo  - Agente Capacitador da Obra de Deus
  5. A importância dos Dons Espirituais.
  6. Dons que Manifestam a Sabedoria de Deus
  7. Os Dons de Poder
  8. O Genuíno Culto Pentecostal
  9. Uma Igreja Autenticamente Pentecostal.
Participe sempre as Terças-Feiras às 19h e 30min
Endereço: Rua Anitápolis, 45 Itaum Joinville - SC  - Templo Provisório.



Subsídio Teológico:

Tanto explícita como implicitamente, a Bíblia trata o Espírito Santo como uma Pessoa distinta.

“E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos” (Rm 8.27). “O Espírito penetra todas as coisas” (1 Cor 2.10). Desse modo, Ele age com inteligência e sabedoria (Ver Efésios 1.17; Isaías 11.2). Ele tem emoções e pode ser  entristecido ou ofendido (Magoado, desgostado: Efésios 4.30; Isaías 63.10).

Ele  reparte dons “a cada um como quer” ( 1Cor 12.11) Ele guiou a Igreja Primitiva e dirigiu os principais movimentos missionários de forma nítida, específica e pessoal (Ver Atos 13.2; 16.6).

O apóstolo João até usa pronomes pessoais masculinos para indicar a pessoa do Espírito. (A palavra espírito em grego é sempre neutra, e exige, gramaticalmente, pronomes neutros).

Mais importante do que isso, a Bíblia deixa claro que homens e mulheres, os quais foram movidos pelo Espírito Santo, conheciam-no de odo específico e pessoal.



(...) O Espírito Santo fornecia calor, a dinâmica, e alegria que caracterizavam todo o movimento do Evangelho no primeiro século. Cada parte da vida diária dos crentes, inclusive sue trabalho e sua adoração, era dedicada a Cristo Jesus como Senhor e estava sob a orientação do Espírito Santo. (HORTON, Stanley M. A Doutrina do Espírito Santo. 5. Ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1995, pp. 8,9)